BLOG

Home | Farinhas Funcionais | Benefícios do Xilitol
24 de outubro de 2019

Benefícios do Xilitol

Categorias: Farinhas Funcionais

Introdução e Características

O xilitol é um poliálcool, pois possui estrutura química pertencente ao grupo dos álcoois, contudo é diferente do etanol, por isso além de ser um adoçante perfeitamente capaz de substituir a sacarose, já que é tolerado por diabéticos, não se comporta nem como açúcar nem como álcool no organismo.
O xilitol é um produto intermediário que aparece durante o metabolismo de carboidratos em mamíferos, inclusive no homem. Um humano adulto produz de 5 a 15 gramas de xilitol por dia em condições metabólicas normais e a concentração dessa substância no sangue é baixa. Embora ele esteja presente em varias frutas sua produção é alternativa, ou seja, diretamente de fontes naturais por hidrogenação da D-xilose presente em alguns vegetais (a xilose está presente, por exemplo, na agua de coco), por via química, ou por meio da biotecnologia.
Uma das vantagens do xilitol sobre o açúcar é que, devido à sua característica química e microbiológica, ele atua, mesmo em baixas concentrações, como conservante de produtos alimentícios, oferecendo resistência ao crescimento de microrganismos e prolongando a vida de prateleira desses produtos. O xilitol também apresenta um agradável efeito refrescante na boca quando entra em contato com a saliva. Devido a essa propriedade, o ele realça o efeito refrescante dos produtos com sabor de menta ou hortelã.
O xilitol é uma substância atóxica, e sua incorporação em alimentos é legalmente permitida.
Resultados de estudos até o momento, já permitem uma indicação dos benefícios do consumo do xilitol para pacientes com alguns tipos de patologias, como por exemplo as caries e o diabetes.

Benefícios

Ao contrário dos açúcares convencionais, o xilitol não depende de insulina para ser metabolizado pelo organismo, por isso é bem tolerado pelas pessoas portadoras de Diabetes mellitus Tipo I ou Tipo II. Sua concentração no sangue não sofre mudanças bruscas como as causadas pela sacarose ou pela glicose, o que faz do xilitol um adoçante apropriado para diabéticos. A adição de 60 g de xilitol na alimentação diária de pacientes diabéticos não foi capaz de promover aumento significativo na concentração de glicose no sangue. Contudo é importante mencionar que esta substancia possui grande propriedade de puxar água (propriedade osmótica), devido a isso o consumo de grandes quantidades em curto espaço de tempo pode gerar muitos desconfortos intestinais, gases e até diarreia; dessa forma o consumo deve ser normal e moderado.
Sobre a saúde bucal o xilitol contribui de seis maneiras: (1) reduzindo a incidência de cáries; (2) estabilizando cálcio e fósforo na saliva remineralizando os dentes; (3) estabilizando as cáries já formadas; (4) reduzindo o crescimento de bactérias criadoras de caries na saliva (Streptococcus mutans); (5) estimulando a formação da saliva (sem aumentar a produção de ácidos na placa dentária); (6) controlando o pH da placa e reduzindo a acidez da saliva, mesmo após o consumo de sacarose.
Uma interessante pesquisa em animais demostrou o potencial do xilitol em estimular a produção de colágeno e a mineralização óssea. Desta forma os autores sugeriram que talvez esses resultados pudessem ser também benéficos para seres humanos, e sugerindo mais um potencial benefício do consumo de xilitol.

Usos mais eficientes

As pesquisas são muito robustas com relação à segurança da dose de 60g por dia, obviamente dividida ao longo do dia. Esta quantidade corresponde a cerca de 20g três vezes ao dia, e essa quantidade de 20g corresponde a uma colher das de sopa de xilitol.
Portanto de forma geral três colheres das de sopa espaçadas ao longo do dia seria uma quantidade segura e bem tolerada pela maioria das pessoas.

Opinião do NUTRI:

O xilitol é uma excelente alternativa ao consumo de açúcares ou adoçantes sintéticos artificiais, para diabéticos ou pessoas com erros inatos do metabolismo de frutose por exemplo. Porém para pessoas em processo de emagrecimento este adoçante deve ser observado com mais critério, pois existem pessoas sensíveis aos “FODMAPS”, esta é uma sigla em inglês que significa: Oligo, di, monossacáridos e polialcoóis fermentáveis; que na verdade são carboidratos de cadeia curta que são mal absorvidos no intestino delgado e por isso acabam sendo fermentados por bactérias intestinais. Por isso que algumas pessoas relatam muito desconforto ou intolerância a alguns alimentos aparentemente tranquilos (como o brócolis, por exemplo), ou até mesmo ao xilitol. Nestes casos eu sugiro que se evite este tido de adoçante e procure um bom profissional para tratar este distúrbio digestivo. Porém se este não for o seu caso, então tudo bem você pode aproveitar os benefícios deste excelente adoçante de ocorrência natural, inclusive no organismo humano, tanto para auxílio do controle do diabetes quanto no processo de emagrecimento.

 

Para saber mais e onde comprar o Açúcar Xilitol, visite nossa loja virtual:
https://www.lojanutranatus.com.br

POSTS RELACIONADOS:

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Mensagem:
Nome:
Email:

*